Dúvidas? Converse no nosso Chat!

Frete ÚNICO para todo o Brasil!

Reflexos - O que diferencia das demais técnicas de clareamento?

Reflexos – O que diferencia das demais técnicas de clareamento?

Ademais, outra técnica muito utilizada pelos melhores salões de beleza é fazer reflexos nos cabelos.

 

Mas o que diferencia os reflexos das demais técnicas de clareamento

Dessa forma, a principal diferença é que os reflexos clareiam bem mais do que as luzes ou as mechas, pois a quantidade de fios iluminados é bem maior.

Todavia, nos reflexos as cores são claras e bem definidas, e geralmente os feixes são bem fininhos e os fios podem ser misturados com tons diferentes.

Sobretudo, considerado um verdadeiro hit nos anos 90, o reflexo utiliza o mesmo processo de clareamento das luzes, mas confere um toque mais ousado, com mechas mais largas e marcadas.

 

Diferença de reflexos e luzes

Assim, apesar de serem duas técnicas bem parecidas, reflexos e luzes conferem resultados diferentes. Assim, nos reflexos as mechas costumam ser mais espessas e mais claras, provocando mais contraste entre os fios clareados e os naturais.

Contudo, a técnica de reflexos não é tão utilizada quanto as mechas ou as luzes, muito porque ela perde um pouco em naturalidade dos cabelos, ou seja, o visual não fica tão natural.

 

Vantagem

De fato, a grande vantagem dos reflexos para quem gosta dessa opção é porque a técnica é perfeita para quem não quer deixar o cabelo com tons muito marcados. O resultado são mechas mais grossas que as luzes, mas também não mudam radicalmente a cor dos fios.

O visual fica mais iluminado, mas ainda assim de forma sutil. Em suma, os tons podem variar de três a cinco tons tranquilamente.

 

Dicas e cuidados pra quem tem cabelos com reflexos

Nesse sentido, não só para as pessoas que possuem cabelos com reflexos, mas também aquelas que possuem mechas ou luzes precisam ficar atentas ao visual amarelado que o clareamento costuma ganhar com o tempo.

Por isso, caso isso aconteça, é melhor investir em um bom shampoo desamarelador para resolver o problema durante a lavagem.

A princípio, antes de aplicá-lo, porém, você deve prestar bastante atenção no modo de uso correto do produto. Igualmente, o passo a passo costuma ser bem parecido para todas as marcas, porém, cada fabricante pode ter um tempo de pausa diferente e é muito importante respeitá-lo.

Esses pequenos detalhes, como alguns minutinhos (a mais ou a menos) com o produto no cabelo que vão dar um resultado suave, médio ou super acinzentado nos seus fios.

 

Uso do shampoo roxo

Nesse sentido, Quanto ao uso do shampoo roxo, o ideal é usá-lo somente uma vez por semana.

Ao fazer reflexos, a tendência é que o cabelo descolorido fique mais fragilizado e propenso a se tornar elástico, por isso é fundamental que a atenção seja redobrada.

Ainda assim, muitos optam por manter um cronograma capilar, sempre em dia com a hidratação, a nutrição e a reconstrução, já que os tratamentos ajudam a repor os nutrientes necessários para a saúde capilar.

Além disso, você precisa ter em mente que a partir do momento que você decide tingir ou descolorir os cabelos, uma série de cuidados precisam ser tomados. Assim como qualquer outro tipo de procedimento químico, os reflexos mexem com a estrutura do seu cabelo.

 

Cuidados com o procedimento químico

Ao passo que, justamente por se tratar de um procedimento químico, que ataca os cabelos, é muito importante que você se atente quanto a qualidade dos produtos que serão utilizados. Por fim, o segredo é usar uma tintura de boa qualidade e de maneira correta.

Com efeito, atualmente, as colorações possuem proteínas, vitaminas e queratina, que tratam o cabelo, conferindo brilho e maleabilidade. Nesse sentido, em geral, as colorações mais suaves não contêm amônia e são conhecidas como tonalizantes, que servem para dar brilho e reavivar a cor dos fios.

Detalhe: Se o seu cabelo estiver muito ressecado, não é recomendado fazer um tingimento, pois ele pode facilmente se quebrar. O ideal é tratá-lo antes, para só depois partir para a coloração

 

Uso do descolorante

Como resultado, o descolorante é um pouco mais agressivo aos cabelos que as tintas. De tal sorte que ele retira a pigmentação dos fios e alguns nutrientes básicos para a integridade do cabelo. Assim, é importante, porém, fazer uma boa reconstrução depois para repor o que foi perdido.

Em contrapartida, também vale a ressalva de trabalhar com profissionais capacitados, que sabem exatamente o que estão fazendo e que conhecem bem a técnica quer deve ser utilizada para fazer um reflexo perfeito.

Em resumo, a combinação de produto de qualidade com profissional especializado é fundamental para que os reflexos nos cabelos fiquem perfeitos, com resultado satisfatório.

 

Como escolher entre reflexos quentes e reflexos frios

Nesse sentido, os reflexos nas colorações são fundamentais para chegar à cor que a pessoa deseja e também na cor que melhor combinará com sua tonalidade de pele.

Mas como chegar a essa conclusão? Como saber quais são os reflexos quentes e quais são os reflexos frios?

Existe uma ferramenta chamada Estrela de Oswald ou Estrela da Colormetria. Nessa ferramenta (um diagrama) é possível identificar:

  • Os reflexos quentes – vermelho, laranja e amarelo; e
  • Os reflexos frios – roxo, azul e verde.

Nas caixinhas de colorações, esses reflexos são representados por números, que ficam logo após a vírgula. Estes números podem variar de marca para marca, mas geralmente marcam:

  • Roxo: 2 (irisado)
  • Azul: 1 (acinzentado)
  • Verde: 7 (mate)
  • Vermelho: 6 (avermelhado)
  • Laranja: 4 (acobreado)
  • Amarelo: 3 (dourado)

Para entendê-los melhor e descobrir se uma coloração tem um tom quente ou frio, você precisará memorizar quais números representam quais reflexos, e em qual grupo de temperatura eles se encaixam. Exemplo:

– Cor 7,4  → É um tom quente, pois apresenta o reflexo 4, laranja.

– Cor 9,1  → É um tom frio, pois apresenta o reflexo 1, azul.

Agora que você já sabe quais são os tons quentes e frios, vamos explicar como escolher a melhor opção, sabendo que isso pode depender de vários critérios.

 

 

O melhor reflexo de acordo com a cor da pele

O cabelo que combina com o tom de pele cria um visual muito mais harmônico, aumentando (e muito) as chances de satisfação. Para acertar, a dica é simples: quando tiver um tom de pele quente, opte por reflexos quentes, já quando tiver um tom de pele frio, opte por reflexos frios.

Você pode fazer essa identificação de três formas:

  • Veia do pulso – se azulada, pele fria; se esverdeada, pele quente.
  • Pela exposição ao sol – avermelhada significa pele fria; bronzeada significa pele quente.
  • Como combinam as jóias ou bijuterias – pratas, pele fria; douradas, pele quente.

 

 

O melhores reflexos de acordo com as tendências

As tendências de moda para cabelos variam muito, principalmente de acordo com as estações do ano. De forma geral, é possível perceber que algumas tendências se repetem ao longo dos anos:

  • No verão, os louros dourados têm muito destaque.
  • No inverno, tons escuros e avermelhados sempre aparecem.
  • O louro platinado, quase cinza é um tom frio que é mais pedido no inverno.
  • O castanho quente, principalmente nas mechas, é um visual que costuma estar em alta ao longo de todo o ano.

Então, independente do tom é fundamental usar colorações de alta qualidade para que a cor se revele do jeito que você idealizou, bem como para manter a saúde do cabelo. Portanto, prefira marcas que contenham colorações profissionais de alta performance, com excelente fixação e cobertura, pigmentos vibrantes, longa duração e priorizem a saúde da fibra capilar, mantendo os nutrientes do fio.

Agora que você já conhece praticamente tudo sobre reflexos, acerte na escolha, tanto do produto como do salão e arrase por aí!

 

Deixe um comentário
FRETE GRÁTIS

Em toda loja para todo o Brasil

Garantia Dondoca

7 dias para trocas ou devoluções

Nacionais e Importados

Cosméticos do Brasil e do mundo para sua casa

100% Seguro

Seus dados sempre protegidos