Dúvidas? Converse no nosso Chat!

Frete ÚNICO para todo o Brasil!

Cabelo oleoso - Alimentos que deixam ele dessa forma

Alimentos que deixam o Cabelo mais Oleoso

Primeiramente, o cabelo oleoso é considerado por muitas mulheres um dos maiores influenciadores para uma aparência mais down. Ou seja, um aspecto mais artificial, caído e nada saudável.

De fato, é que um cabelo oleoso causa resultados nada satisfatórios. Assim, deixando você com um look mal cuidado, com um aspecto de cabelo sujo que pode minar qualquer visual.

Em suma, é bem verdade que a oleosidade excessiva no cabelo, por muitas vezes, pode ter relação direta ao fator genético, mas, esse no é o principal motivo para ficar com o cabelo oleoso.

Nesse sentido, na grande maioria das vezes isso acontece por conta de uma má alimentação, com o consumo excessivo de alimentos que ajudam a piorar o problema.

Isso mesmo, a má alimentação pode deixar seu cabelo mais oleoso!

Então, o resultado de um cabelo oleoso você já sabe, uma aparência de madeixas mal cuidadas e com aquele aspecto de sujo, o que acaba derrubando o visual na frente do espelho.

Mas, mais que isso, a oleosidade excessiva no cabelo pode causar a queda dos fios e dificuldade de crescimento dos mesmos, já que os poros do couro cabeludo passam a ficar obstruídos, evitando que os nutrientes cheguem até a raiz onde eles nascem e, ainda, podem causar caspas e seborréias.

Abaixo, vamos discorrer sobre alguns alimentos. Uns que devem ser evitados ou consumidos com extrema moderação; outros que são bons para a saúde dos cabelos. Acompanhem!

 

 

O real motivo do cabelo oleoso

Como já mencionado anteriormente, a oleosidade capilar excessiva pode ter dois motivos diferentes:

  • O fator genético, no qual as pessoas com esse tipo de cabelo herdam dos pais ou parentes; e
  • Uma alimentação desequilibrada com excesso de alimentos que contribuem para aumentar a oleosidade capilar.

Além disso, ainda vale lembrar que problemas como estresse ou problemas hormonais associados a uma má alimentação também contribuem para um cabelo mais oleoso e sem vida.

Em síntese, quanto ao problema genérico, não podemos falar ou fazer muita coisa. Agora, no quesito alimentação, podemos dar algumas dicas para diminuir a oleosidade dos cabelos.

Assim, a principal dica é evitar alimentos como frituras, gorduras e açúcares, que além de ajudar no aumento de peso, também podem interferir na saúde e beleza dos seus cabelos. Aliás, duas coisas que a maioria das mulheres não suporta nem ouvir: aumento de peso e cabelo mal cuidado.

 

 

Alimentos que devem ser evitados ou ter o consumo diminuído para evitar (ou diminuir) a oleosidade no cabelo

Açúcar

Contudo, o consumo excessivo de açúcar provoca uma redução da vitamina E no organismo, um nutriente essencial ao crescimento saudável dos cabelos.

Além disso, o consumo exagerado de açúcar tende a diminuir a elasticidade dos fios, pois interfere nas proteínas importantes para os fios, assim como nos dentes e ossos.

Portanto, o açúcar também estimula a maior produção de sebo pelas glândulas sebáceas, o que acarreta na maior oleosidade no couro cabeludo, o que significa que ele pode deixar os fios muito oleosos.

Logo, para melhorar a saúde dos cabelos é necessário evitar (ou ao menos diminuir) o consumo exacerbado de açúcar.

 

Carne – Cabelo oleoso

A carne está é um alimento rico em proteínas de origem animal, logo, se você consome altas quantidades desse nutriente pode estar contribuindo para deixar o seu cabelo oleoso.

Quando o corpo recebe uma alta dose diária de proteína animal, ele não consegue digerir corretamente o ácido úrico, que, por sua vez, se acumula no sangue e acarreta na oleosidade dos fios, causando a sua queda precoce.

 

 

Gorduras

Ruim para a saúde em geral, o consumo excessivo de gordura também é extremamente prejudicial para o cabelo.

O consumo de alimentos ricos em gorduras, como por exemplo: bacon, frituras, hambúrguer, batatas fritas, queijos, salgadinhos industrializados, salsichas, entre outros, pode influenciar diretamente na maior produção de oleosidade no couro cabeludo.

É importante que você evite esses alimentos. Caso for consumi-los, cuidados com o excesso.

Opte por incluir no seu cardápio diário alimentos naturais, tais como: verduras, legumes, cereais e frutas. Também aposte em cozinhar ou fritar os alimentos em óleos vegetais, como óleo de coco, óleo de linhaça ou azeite extravirgem.

 

 

Refrigerantes – Cabelo oleoso

Considerado outro ‘veneno’ para a saúde num todo, os refrigerantes são vistos como verdadeiras ‘bombas’ quando o assunto é aumentar a oleosidade do cabelo.

Os refrigerantes são ricos em açúcares, que, como já mencionado, podem aumentar a produção de sebo pelas glândulas sebáceas e deixar o couro cabeludo oleoso, bem como a pele.

 

Sal

Por conter alta concentração de sódio o sal também pode ser prejudicial aos cabelos, em especial aumentando a oleosidade no couro cabeludo.

Assim, o sal é conhecido por reduzir a força dos fios, fazendo com que quebrem e caiam. Também interfere no trabalho das glândulas sebáceas.

Portanto, estudos apontam que o consumo exagerado de sal pode causar a perda de 50 a 100 fios de cabelo por dia. E isso sem contar a queda natural, o que poderia deixar os cabelos ralos e finos. Evite alimentos industrializados, já que contêm muito sódio, e evite temperar a comida com muito sal.

 

Alimentos que podem ser consumidos para auxiliar no combate à oleosidade capilar

Cenoura

Assim como, Rica em vitamina A e betacarotenos, a cenoura age na saúde das células do couro cabeludo, nutrindo-o e evitando a produção da oleosidade na região. O resultado é de fios mais soltos e saudáveis.

 

Espinafre – Cabelo oleoso

Bem como, Com excelente concentração de ferro e clorofila, o consumo de espinafre pode ajudar a equilibrar a oleosidade do couro cabeludo. Além disso, o espinafre pode fortalecer a raiz capilar e promover o melhor funcionamento do ciclo do crescimento dos fios.

 

Castanha do Pará

A Castanha do Pará pode auxiliar na redução da oleosidade dos cabelos porque contém boas quantidades de zinco, que oferece inúmeros benefícios aos fios, como aceleração do crescimento e prevenção da descamação do couro cabeludo.

Além disso, ajuda a evitar o excesso de produção de sebo pelas glândulas sebáceas.

 

Laranja – Cabelo oleoso

A laranja, especialmente a parte branca que envolve os gomos, é rica em fibras, que são nutrientes capazes de remover as toxinas presentes em excesso no organismo, principais responsáveis pelo aumento da oleosidade no couro cabeludo e pela caspa.

Por isso, o consumo frequente da laranja na alimentação é altamente recomendado para combater a oleosidade dos cabelos.

 

Morango

Rico em vitamina C e flavonoides, o morango também ajuda reduzir a oleosidade dos fios, pois seus nutrientes ajudam a ativar a micro-circulação sanguínea no couro cabeludo, fazendo com que os fios cresçam mais fortes e mais rápido, o que também reduz a probabilidade de queda, quebra e ressecamento.

 

 

Deixe um comentário
FRETE GRÁTIS

Em toda loja para todo o Brasil

Garantia Dondoca

7 dias para trocas ou devoluções

Nacionais e Importados

Cosméticos do Brasil e do mundo para sua casa

100% Seguro

Seus dados sempre protegidos